DÉCIMA PRIMEIRA A DÉCIMA TERCEIRA

N° 11: Dor

Embora a maioria das queixas de dor não seja sinal de câncer e seja comum as pessoas se queixarem de alguma dor à medida que envelhecem, qualquer dor deve ser pesquisada.

As dores que persistem necessitam de uma explicação e devem ser checadas. Procure a ajuda de um médico, o qual deve conhecer sua história clínica e avaliar a necessidade de exames complementares ao exame físico.

N° 12: Mudanças nos linfonodos

Protuberâncias ou inchaços na axila, no pescoço próximo à garganta ou em qualquer outro local pode ser um linfonodo aumentado.

Se um linfonodo torna-se progressivamente maior, e isto já dura mais de um mês, procure ajuda médica. O médico vai examinar esta alteração, relacioná-la a alguma patologia como, por exemplo, uma infecção que possa explicar este aumento, ou pedir exames para investigar tal lesão. Pode ser necessário fazer uma biópsia do linfonodo aumentado.

N° 13: Febre

De acordo com a American Cancer Society, febre persistente que não foi explicada por uma gripe ou por uma outra infecção pode ser um sinal de câncer. Febre relacionada a tumores é mais comum quando este já se espalhou além do sítio inicial, mas ela pode ser um sinal precoce de alguns tipos de câncer como leucemia e linfoma.

Outros sintomas de câncer podem incluir icterícia ou mudança na cor das fezes.

Um médico pode ajudar a identificar a causa da febre.

0 comentários:

Quem sou eu

Minha foto
SOU COMO VOCE ME VE. POSSO SER LEVE COMO UMA BRISA,OU FORTE COMO UMA VENTANIA. DEPENDE DE QUANDO E COMO VC ME VE PASSAR. Clarice Lispector

Seguidores