MAIS SOBRE O AVELÓS....

A planta avelós e o tratamento do câncer

Hospital Israelita Albert Einstein pesquisa planta amazônica para criar novo medicamento contra o câncer

O Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein (IIEP) vem realizando pesquisas em seres humanos para a criação de um medicamento contra o câncer, produzido a partir de uma erva da Amazônia chamada Avelós.
Trata-se de um estudo inédito no Brasil com pesquisas de erva da flora amazônica cujo objetivo é criar uma nova opção para o tratamento do câncer. O estudo entrará na fase 2, ou seja, somente os pacientes que já estão participando das pesquisas continuarão a ser avaliados até a conclusão do trabalho. Este estudo é realizado em pessoas pela primeira vez no Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE), instituição com um dos mais avançados centros oncológicos da América Latina.
A planta Avelós (Euphorbia tirucalli), típica das regiões norte e nordeste do País, produz uma seiva semelhante ao látex e já foi estudada por meio da análise de sua ação em células em cultura e em animais.
A erva é utilizada na cultura popular há décadas como planta medicinal, mas sem comprovação científica como benéfica ao tratamento do câncer em humanos. Isso levou à realização de estudos laboratoriais que, de fato, comprovaram uma atividade anti-tumoral de substâncias presentes na Avelós.
“Caso os resultados iniciais sejam positivos, estudos mais aprofundados da ação da Avelós em tumores poderão revelar uma nova geração de medicamentos para o câncer”, explica dr. Auro Del Giglio, Gerente do Programa Integrado de Oncologia do Einstein e um dos coordenadores do estudo.
O novo medicamento poderá ser disponibilizado ao mercado depois de avaliada sua eficiência e grau de toxidade, o que será feito após novos estudos que comprovem sua eficácia e sua aprovação pelas instituições responsáveis.
A pesquisa é realizada por meio da parceria entre o IIEP e a PHC Pharma Consulting – empresa de consultoria e assessoria científica, especializada no segmento industrial farmacêutico.
O Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein é um dos diferenciais que conferem ao Hospital Israelita Albert Einstein a posição de liderança no setor da saúde, atuando em parceria com importantes instituições de pesquisa científica no país e no exterior, agências nacionais e internacionais de fomento e órgãos governamentais.


Alerta

O Hospital Israelita Albert Einstein informa que a primeira fase do estudo que investiga a efetividade da planta avelós como uma nova opção de tratamento do câncer está encerrada.
Neste momento não é possível incluir nenhum paciente no estudo, visto que o mesmo foi encerrado.
Caso um novo estudo seja iniciado, o Hospital Israelita Albert Einstein comunicará à população, informando quais são os critérios para que os pacientes possam se candidatar.



O sr. Jair Tadeu presta depoimento em seu blog Index:

Esta erva tem ação comprovada pela Medicina Popular e Homeopática no tratamento de Infecções; é conhecida no Nordeste Brasileiro pelo nome Labirinto e no sul do país, por Pau -Pelado. Vem sendo estudada em vários países para o trato de Câncer e outros males.
Tenho informações que a Planta adquire mais qualidades terapêuticas se sua origem for o Nordeste Brasileiro, pois ela é apta àqueleclima. Porém já vi pessoalmente árvores em Santa Catarina e em São Paulo, achei árvore frondosa na cidade Ibitinga – SP.
Em minha residência cultivo muda da planta, mas; seu crescimento é muito lento. Portanto concluímos que esta planta requer certas qualidades climáticas para dar boa produtividade de leite , que ´pe a parte aproveitada no tratamento
Seus nomes Científicos são:
EUPHORBIA Tirucallis / origem Africana.
EUPHORBIA INSULANAEUPHORBIA HETERODÓXICA
EUPHORBIA HUMNOCLADA /

Modo de usar:

- tomando gotas de seu leite obtido do "lascar de seus galhos" Com água adoçada com mel, açúcar ou suco de sua preferência.
1ª semana:
Tomar 02 gotas, 03 vezes/dia/
café da manhã, almoço e jantar.
2ª semana:
Tomar 03 gotas, 03 vezes/dia/
café da manhã, almoço e jantar.
3ª semana:
Tomar 04 gotas, 03 vezes/dia/
café da manhã, almoço e jantar.
Após 3ª semana: Repita dosagem [de 04 gotas] durante mais dois meses / café da manhã, almoço e jantar.
Após dois meses: Tome 02 gotas, 03 vezes/dia à café da manhã, almoço e jantar.
Perceba o que vai acontecer ; sentindo-se bem, prossiga na dosagem da 3ª semana até terminar alcançando a Vitória. Tome sempre em um copo do tamanho do de schopp, c/ leite animal ou [prefira] de soja ou ainda suco de frutas ou verduras ou legumes .

Tome o Avelós em modo In Natura servindo-se das suas gotas, exatamente conforme explicado acima ou se preferir, compre o extrato do AVELÓS, na farmácia de sua preferência onde tratem de Manipulação Homeopatia ou Fitoterapia e peça-o na forma de Extrato Fluido ou ligue:
Pernambuco - Tel. 0_ _ 81 36381219Fale com Sr. Francisco Barbosa e peça o xarope pronto do AVELÓS.
São Paulo - Tel. 0 _ _ 11 5220172 ~ Farmácia de Manipulações Valeriana / Bairro Socorro – São Paulo – SP / fale com Dr. Maurício ou Sra. Vera e peça o Extrato Fluido pronto do AVELÓS.
Esta sugestão de endereço é apenas indicativa. Você pode adquirir na Farmácia Homeopática ou de Fitoterapia de sua confiança em sua cidade. Meu vinculo com os citados nada tem a ver no sentido comercial, ou mesmo donativo. São amigos que me ajudaram ontem e hoje, continuam a me ajudar nesta luta.
Leia algo interessante sobre o Avelós
Gustavo Peckolt – Químico e Sábio na era de 1.892 - que após muitos anos de pesquisa, concluiu e classificou o Avelós como, Especifico dos Epitaliomas e Cancroides apresentando inclusive uma apresentação de análise qualificativa da planta
06,240 grs. De Caoutchouc 00,800 grs. De Matéria extrativa Amarga 00,700 grs. De Matérias Albominosas 00,020 grs. De Resina de cor Parda 02,880 grs. De Avelosina, substancia sui generis 00,900 grs. De Substancias Gomosas e Ácidos Orgânicos38,580 grs. De Umidade e perdas 23,800 grs. De Cinzas 25,780 grs. De Matéria Cerífica e Resinosa
Porém, insisto em alertá-lo(a)... conforme tantos outros documentos que li sobre a Planta Avelós inclusive fazendo uso da mesma em modo in natura; definitivamente, concluo que ele cura ou ameniza condições da maioria de tipos de Cânceres, mas; é também comprovado altamente tóxico. Se utilizado de forma inadequada, será de uso letal. Use apenas conforme está sugerido acima pois eu usei, uso e estou aqui a teclar para você. Portanto... nada de pensamentos do tipo, um pouco a mais me fará um bem melhor... deixe as experiências para os nossos cientistas.

0 comentários:

Quem sou eu

Minha foto
SOU COMO VOCE ME VE. POSSO SER LEVE COMO UMA BRISA,OU FORTE COMO UMA VENTANIA. DEPENDE DE QUANDO E COMO VC ME VE PASSAR. Clarice Lispector

Seguidores