ATEÇÂO MINHA GENTE!!!!!!!!

Limitar o consumo de álcool reduz o risco de câncer

O calendário social deste mês costuma ser cheio de comemorações, quase sempre regadas por bebidas alcoólicas. Beber um drinque em uma festa não significa causar danos à sua saúde, mas ingerir rotineiramente mais de um ou dois drinques por dia pode aumentar o seu risco de câncer.

O consumo de álcool está ligado a um maior risco de tumores da boca e garganta, câncer de fígado, câncer de cólon e de mama. É por isso que a American Cancer Society recomenda limitar o álcool a não mais de um drinque por dia para mulheres e dois drinques ao dia para os homens.

Câncer de Mama

As pesquisas mostram que as mulheres que ingerem dois a cinco drinques de bebidas alcoólicas ao dia têm risco mais alto para câncer de mama, quando comparadas àquelas que tomam um drinque por dia ou às que não fazem uso de álcool. Em estudo publicado recentemente pelo Journal of the American Medical Association, em novembro, os pesquisadores encontraram evidências que ligam níveis ainda mais baixos de consumo de álcool a um aumento no risco de câncer de mama - três a seis copos de vinho por semana já aumentam ligeiramente este risco.

Não está claro como ou porquê o álcool eleva o risco, nem o motivo pelo qual as mulheres são mais susceptíveis do que os homens, mas sabe-se que limitar o consumo é especialmente importante para mulheres que têm outros fatores de risco para este tumor, como história de câncer de mama na família.

Câncer de cólon

O câncer de cólon foi associado ao uso intenso de álcool. Pelo menos alguns deles podem ser devido ao fato de que os usuários de álcool tendem a ter baixos níveis de ácido fólico no organismo. O uso de álcool deve ser limitado a não mais de dois drinques por dia para homens e um por dia para mulheres.

Câncer de fígado

O abuso de álcool é uma das principais causas de cirrose, uma doença em que as células danificadas do fígado são substituídas por tecido cicatricial. A cirrose está relacionada com um risco aumentado de câncer de fígado. Em um estudo recente, um número significativo de casos deste tumor foram associados com história pregressa de ingestão excessiva de álcool.

Câncer de boca e de garganta

O consumo de álcool aumenta o risco de desenvolver câncer de boca e de garganta. O risco sobe ainda mais para as pessoas que também fumam. Cerca de sete em cada 10 pacientes com câncer de boca são consumidores pesados de álcool.

Segundo alguns estudos, o risco destes tipos de tumores em pessoas que bebem em excesso e também fumam pode ser até 100 vezes maior do que o risco em pessoas que não fumam ou não bebem.

Além do risco aumentado para desenvolver tumores malignos, o consumo exagerado de álcool pode levar a outras consequências danosas para o organismo como problemas hepáticos, pancreatite, hipertensão arterial (pressão alta), distúrbios psicológicos, etc.

0 comentários:

Quem sou eu

Minha foto
SOU COMO VOCE ME VE. POSSO SER LEVE COMO UMA BRISA,OU FORTE COMO UMA VENTANIA. DEPENDE DE QUANDO E COMO VC ME VE PASSAR. Clarice Lispector

Seguidores